Cabeça de Bagre

Fiz uma longa pausa no projeto delirante, mas nem por isso deixei de compor. Num desses mormentos de inspiração, psicografei, tal como Chico Xavier, a letra de “Cabeça de Bagre”

cabeça-de-bagre-0

O enredo é forte, fala sobre um assunto tabu, o aborto e toda a hipocrisia por trás.
Conto a historia de uma menina, 16 anos, ela esta num bar, é fim de noite e chega um cara mais velho, ele tem um belo sorriso e uma conversa boba, está bêbado e só quer fuder, não importa quem, seu único objetivo é FUDER!
A menina esta deslocada, aceita a carona, eles transam e ele, claro, some sem deixar rastro, pois sabe que a camisinha furou.

Ela engravida, entra em depressão, pensa em abortar, pois não tem estrutura emocional para cuidar de uma criança, mas acaba sendo julgada por pessoas escrotas que sentados diante de seus PCs, dizem… “quem mandou abrir as pernas?”

A menina foge de casa, a criança nasce, ela não quer ser mãe, nega o leite, o bebê adoece e acaba abandonado no SUS, seu nome é João, mais um indigente.

Ele cresce sem conhecer os pais, sem regras, sem amor e logo na primeira oportunidade, rouba alguém… É o suficiente para João ser taxado “bandido bom”, aquele, que deveria estar morto, sim eu sei, um paradoxo.

A música está quase pronta, e sobre o tema tabu, espero que motive debates saudáveis, eu sou a favor que exista um plebiscito e que os brasileiros votem a descriminalização do aborto.

Já fiz minhas pesquisas e até publiquei uma matéria sobre isso na minha coluna semanal do Jornal A Tribuna NH, segue o link, “Precisamos Falar Sobre Aborto” mas enquanto não falamos, mães pobres e crianças como João, continuarão morrendo.

E os “Cabeça de Bagre”, que dá titulo a canção, são os hipócritas que negam a triste estatística de que todo ano morrem milhares de mulheres em clinicas abortivas clandestinas.

A morte já é uma realidade.

2 comentários sobre “Cabeça de Bagre

  1. Então, que tal se sua mãe tivesse te abortado “matado” pra que você não viesse ao mundo e tivesse essa ideia lixo? Olha que coincidência? Ao final,, cabeça de bagre é você. Afinal, a vida da mulher tem mais valor do que a da criança né?! O valor da mãe se sobrepõe ao do filho que está gerando só por ela já estar vivendo aqui há mais tempo né? Essa criança ainda não está fora da barriga mesmo, nem sabe o que é ser gente ainda né? E isso justifica tudo. Olha, tenho bater palmas pra essa ideia de gênio (jirico)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s