Vandalismo ou Protesto?

O São José – Esplanada, é um bairro historicamente abandonado pela administração publica, mas essa semana, os “digital influencers” da internet(z), na sua grande maioria “filhos de Toyota” caíram matando em cima dos moradores do Esplanada, generalizando de forma discriminatória, o que poderia ser um simples grito de protesto.

ponto de onibus

Vamos ao fatos:

– Aqui em NH, os ônibus públicos estão sucateados e ao invés de conserta-los, a prefeitura preferiu comprar um ônibus usado para ser usado no transporte urbano. Um contrassenso, porém, aplaudido por muitos.

– A Prefeitura vem recebendo repasses indevidos do governo estadual desde quando passaram a relatar inverdades em relação ao turismo local, (todos sabemos que isso nunca existiu em NH) mas bastou a canetada de um deputado em campanha que esse dinheiro veio e muitos aplaudiram a jogada política.

– Com esse dinheiro, do MIT, ou seja, “turismo,” todos esperavam que a prefeitura, claro, investisse em turismo, mas o dinheiro foi desviado e investido em pontos de ônibus. Muitos, calaram-se.

– Para confirmar a irregularidade administrativa e o desvio de verba, a própria diretoria de comunicação da prefeitura confessou com a seguinte publicação:

“…O objetivo da instalação dos novos abrigos de ônibus é oferecer mais conforto e segurança aos usuários do transporte coletivo gratuito, protegendo-os de interferências climáticas, como sol, chuva e vento, e oferecendo estruturas mais adequadas para os passageiros enquanto aguardam o coletivo…”

Ou seja, nada, absolutamente nada tem a ver com turismo.

– Existem também, suspeitas de superfaturamento, já que esses pontos de ônibus, custaram cerca de 12 mil, cada.

A maquiagem é a principal intenção dessa ação politiqueira, pois os novíssimos e reluzentes pontos de ônibus contrastam com marginais desabadas, pontes caídas, ruas despedaçadas e no caso do bairro Esplanada, o problema é ainda mais grave, pois trata-se de um bairro que se quer acessibilidade tem. Mas nas redes sociais o papel está invertido e os tais “digital influencers” preferem por a culpa no povo.

Mas vale lembrar que é no Esplanada que esta localizado o Recinto de Rodeio, onde acontecem as maiores festas da cidade, e é somente nessa época que o bairro é visitado pelos edis e também pelos “digital influencers” que se quer sabem, que no Esplanada, existe um projeto social incrível, chamado “Do Lado de Lá” onde, através da cultura das ruas, do RAP, do grafite, das danças urbanas, esportes e saraus, ressocializaram muitos jovens, na maioria, crianças, vitimas da desigualdade social.

Porém, nada disso foi lembrado pelos nossos famosos “digital influencers,” eles preferiram divulgar em massa que um desses pontos de ônibus havia sido pichado com mensagens do PCC (facção criminal). Alertando ainda que agora, o povo perdeu a razão e não pode mais reclamar do prefeito, generalizando e dando a entender que a culpa é dos moradores do Esplanada e assim, potencializaram comentários raivosos e descriminatórios direcionados, principalmente, aos moradores do São José – Esplanada.

“Digital Influencer” para quem não sabe é aquela pessoa que cria uma página no Facebook e a usa para auto promoção, republicando videos e informações de terceiros com intenção de “viralizar” e assim conquistar mais seguidores.

Aqui em NH, a maioria desses(a) influenciadores digitais, são todos filhos de Toyota e aprenderam na escola da democracia caipira que apoiar os “ricos” sempre será mais vantajo$o do que tentar entender o lado dos “pobres.”

(…)

Receba o NH News “grátis” toda segunda pelo whatsapp… É só clicar aqui http://bit.ly/2K4qbFv e confirmar a mensagem.

Assine

O NH News, também está disponível em todas as plataformas de podcasts. Escolha uma das opções e se inscreva:

Apple Podcasts
Android
Spotify
Deezer
Castbox
Pocket Casts
Overcast
RSS

Essa Matéria foi publicada no Jornal A Tribuna NH e na página do Facebook NH News.

A produção do NH News é minha, Gilson de Lazari e a edição é do Rogério Silva. Se você gosta do NH News, saiba que pode ser um anunciante ou um patrono e assim ajudar nessa missão que é valorizar a cultura local, levar informação verdadeiras e livrar nossa cidade de antigos estigmas, principalmente, no âmbito político. Saiba mais acessando o link .

Ajude no financiamento coletivo do meu livro, acesse catarse.me/osdeliriosmusicas

Meu nome é Gilson de Lazari e foi um prazer falar de Novo Horizonte com vocês. Até a próxima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s