Opinião – Quem são os verdadeiros vândalos?

vandalismo

Nos últimos dias as redes sociais tem sido palco de uma nova polêmica, após os escândalos de “Las Casas de Alugueis”, o assunto da vez é o vandalismo. Segundo a administração pública, eles estão sendo vítimas de vários casos de vandalismo, inclusivo a diretoria de comunicação e alguns representantes oficiais do prefeito, vem sugerindo que o motivo da cidade estar “abandonada” é culpa do vandalismo, generalizando e sugerindo que os moradores da cidade que não aprovam a atual gestão publica são vândalos.

Definitivamente, esse é um assunto que divide opiniões, “vândalos” era o nome de um povo originário da Escandinávia que se deslocavam pelo território europeu e africano, invadindo e saqueando Roma. Por conta disso “vandalismo” tornou-se sinônimo de destruição de bens públicos e privados.

Atualmente qualquer ato de agressão ao bem público, independente dos motivos, assume contornos de “vandalismo grandioso”. Mas na verdade, isso é somente para desviar a atenção de um problema maior de gestão pública.

Os vândalos originais permaneceram 14 dias em Roma, e carregaram o que puderam, de ouro e pedras preciosas. Já os vândalos brasileiros subsistem por anos, às vezes por décadas, no poder, drenando as riquezas produzidas pela população, tornando privado o que é público. E contra eles não há indignação – há apenas o silêncio conivente da Justiça.

O descolamento de um adesivo na parede do cemitério, onde “o povo” foi acusado pela administração de vandalismo, repercutiu mais do que o desdém da atual administração com os artistas locais, afinal, invés de um adesivo, poderíamos ter “de graça” uma linda pintura de mural ao ar livre. Aliás, o vandalismo no adesivo repercutiu mais do que os  dois anos que a prefeitura demorou para levantar o muro do cemitério.

Outro caso de vandalismo que ganhou destaque nas redes sociais dos apoiadores do prefeito, foi o vaso quebrado na frente do Centro Cultural. Repercutiu mais do que o processo que a prefeitura moveu na justiça tentando acabar com o Centro Cultural.

Mas porque a administração se apega tanto a pequenos atos de vandalismo, algo que sempre aconteceu de forma isolada? Na minha opinião, o fazem, porque não podem por a culpa na administração anterior, afinal, são os mesmos a 20 anos. Não podem por a culpa na falta de dinheiro, em 2020 a prefeitura tem 130 milhões para investir na cidade, um aumento de mais de 10% em relação ao ano anterior e por fim, eles não conseguiram por a culpa na natureza, apesar que tentaram.

Só sobrou mesmo generalizar e por a culpa no povo, levantando uma cortina de fumaça que disfarça os verdadeiros vândalos.

Meu nome é Gilson de Lazari e esse é o NH News, a qualquer momento tem mais informações sobre a cidade de Novo Horizonte.
WhatsApp Image 2020-01-16 at 13.01.15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s