Quais perguntas os candidatos a prefeito deveriam responder?

Eu não gosto de subjugar a inteligência dos leitores do NH News, então, acho difícil alguém (exceto os apoiadores da manutenção do grupo Toyota) ter acreditado nessa tentativa de “debate imparcial”. Algo inédito em nossa cidade e ainda por cima organizado pela imprensa local, onde, praticamente toda ela é partidária. Basta olhar os perfis dos atuais beneficiários da máquina pública e já entendemos quem é o candidato de cada um.

Mesmo assim, continuo adorando a ideia de sabatinar os pretendentes ao executivo municipal. E pensando em ser útil, sugiro aqui, que nós, eleitores, deixemos perguntas aos candidatos. Posso começar?

Ao Fabiano Belentani, eu perguntaria:

– Em três mandatos como vereador, o que você conquistou para a cidade?

– Você disse que acabaria com os comissionados, mas como pretende governar sem o apoio desses cargos de confiança?

– O que você quer dizer, quando fala em intervenção na Santa Casa no seu plano de governo?

Ao Ademar Rosa eu perguntaria:

– Em tempo de Coronavirus, como saberemos que o senhor está preparado, visto que não é uma pessoa popular nas redes sociais?

– Explique como a sua tabela de calculo resolverá todos os problemas da nossa cidade?

– Se o seu sonho é ser prefeito, porque nunca participou de nenhuma ação popular? Por exemplo: contra o aumento do salário dos vereadores, contra o isolamento do Esplanada, contra o FINISA, contra o aumento na conta de luz, contra as obras abandonadas e etc.

Ao Cléber Gaúcho eu perguntaria:

– O Quão rico uma pessoa deve ser para declarar publicamente que um milhão não significa nada?

– Porque você esconde os seus dois principais parceiros de campanha: o vice Beto de Souza e o PT?

– Se todos os comissionados do Toyota estão te apoiando e se seu plano de governo se resume em manter praticamente tudo do mesmo jeito, quem garante, que caso eleito, não será o Toyota que governará do consultório dele, assim como ele tentou fazer com Belão e como faz hoje em dia?

É bem provável que as minhas perguntas não sejam respondidas, mas não precisa. É só um exemplo de questionamento embasado em fatos, ao qual, acredito que os eleitores deveriam fazer. A obrigação dos candidatos não é me responder. A obrigação deles é responder vocês, eleitores empenhados em buscar a melhor decisão… Deixe sua dúvida ou sugestão aqui nos comentários. Não dá mole não, mete o dedo aí… Perguntar não ofende e a hora é essa!

Um comentário sobre “Quais perguntas os candidatos a prefeito deveriam responder?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s