OPINIÃO – NH: da euforia ao desinteresse na coisa pública.

Nunca antes na história dessa cidade houve tanto interesse por pautas politicas. Entre 2018 e 2020 políticos estavam até parecendo mini celebridades. O Clamor por mudança, a expectativa por eleições e até as brigas eram atração. *briga no bom sentido, me refiro ao pessoal defendendo suas posições de forma enfática. Claro que houveram exageros, mas foi proporcional a mudança que ao lado de aguerridos conterrâneos ajudei a provocar.

Uma renovação provinciana, porém histórica – expelimos um governo de 16 anos e dos 13 vereadores, apenas 4 conseguiram se manter. O interesse na coisa pública explodiu, eu gravei podcast com (quase) todos os diretores da nova gestão pública. A tendência era que esse interesse diminuísse com o tempo, mas não que houvesse esse desinteresse repentino.

O termômetro da minha avaliação são as lives: indiretamente fui eu que criei a live da transparência que até hoje o prefeito e a vice apresentam às sextas-feiras nos mesmos moldes. Essa é a principal, para não falar única nova ação do setor de comunicação. Lembro que uma media de 400 pessoas assistiam simultaneamente essas lives, sempre entusiasmadas e eufóricas. Hoje, não sou mais o responsável e sim Lucas Valéo que até melhorou a qualidade, mas a audiência desabou, uma média de 30 pessoas assistem a Live da Transparência simultaneamente.

Na Câmara de Vereadores a mesma coisa, quem trouxe as sessões para as redes sociais fui eu, de forma “pirata” espelhando a transmissão da TV Câmara que de 10 pessoas passou a ter no mínimo 60 pessoas assistindo simultaneamente e detalhe, pessoas que interagiam. Os vereadores do mandado passado tinham pavor disso, pavor da avaliação popular. A maioria dos atuais vereadores já entenderam que não é às escondidas que irão se livrar da avaliação popular e já se adaptaram, claro, devido a inédita iniciativa promovida pelo atual presidente Luciano que contra muitos, trouxe oficialmente a transmissão das sessões para o Facebook.

No início a audiência foi boa, mas logo também caiu e hoje 10 pessoas ou menos assistem simultaneamente as sessões da Câmara.Claro, isso depende muito do momento político, das pautas e da personalidade dos vereadores. Importante lembrar que perdemos o Ideval do Sinserp que era uma atração, né? Mas no contesto geral, é impossível não perceber o desinteresse da população pela coisa pública.

Acho que estamos nos adaptando, essa mudança foi muito brusca e a audiência não se sustentou, mas independente disso temos que comemorar o show de transparência que, tanto o executivo quanto o legislativo estão promovendo. Eu, como jornalista continuo fazendo a minha parte e divulgo as principais pautas de interesse da população. Claro que nem sempre os políticos gostam dessas pautas que eu escolho, mas são necessárias para informar a população. Se você ainda tem interesse na coisa pública, se inscreva no canal do do NH News. youtube.com/nhnewspodcast

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s