Meu canto “Torto” um dia cortará a carne de vocês

Acordei com essa música na cabeça, “À Palo Seco” e pensei, qual será o significado desse título?   Não hoje, nem no lançamento, mas talvez quando eu não estiver mais aqui, alguém poderá encontrar meu projeto musical e ao ouvi-lo, sentir-se “cortado” com as musicas.   Os delírios musicais poderia ser um livro com histórias angustiantes de um personagem em conflito, seria “Os Delírios Literários”. Poderia ser a vernissage de pinturas sublimares e claustrofóbicas, “Os Delírios Sob Tela”. Poderia ser uma série de grafites no alto dos prédios, sendo executados sob risco de queda; “Os Delírios Grafitados”, enfim, independente do … Continuar lendo Meu canto “Torto” um dia cortará a carne de vocês

Quando é o fim

Expandir nossa visão de mundo pode ter um preço caro, pois nunca mais você conseguirá regredi-la. Tem sido o meu Carma, pois noto que, as vezes, algumas pessoas, ainda ficam incomodadas com a minha “imposição de opinião”. Mas desde a adolescência, sempre fui muito crítico e contestador, o rock piorou isso um pouco e a separação dos meus pais também pioraram mais um pouco. Demorou, mas eu consegui entender que isso não era uma piora e sim uma melhora. Mas para provar isso a mim mesmo, (que é quem realmente importa), tive… e tenho ainda, que gladiar com pessoas que … Continuar lendo Quando é o fim

Mas porque 10 músicas?

Essa foi a indagação de algumas pessoas, inclusive da Cris, minha amada esposa que insistia em afirmar que eu estava  obcecado pelo número 10. Até gostaria de estar envolvido com alguma superstição ou um estudo de numerologia, enfim, mas a resposta é bem mais simples que isso, acontece que eu precisava de um norte, uma meta, para me organizar e seguir um plano a longo prazo, afinal, em setembro fez dois anos que estou delirando nesse projeto. Entre rascunhos de letras, melodias iniciadas e musicas fechadas, eu tinha mais de 20, talvez 30 canciones. Elas podem vir inteiras, assim como … Continuar lendo Mas porque 10 músicas?

Paralelamente

“Paralelamente” é uma das músicas do projeto delirante que mais chamaram a atenção quando a publiquei na fase de pré produção. Conto uma estória que jamais vai acontecer comigo, e a graça é exatamente essa, eu me coloco em uma situação surreal, que por acaso, é a mesma de muitos novorizontinos, afinal, somos falsos caridosos, doamos por temor. Crescemos sob regras do patriarcado onde é comum, coronéis (fazendeiros ricos) fazendo grandes doações para instituições filantrópicas, geralmente influenciados por mandamentos religiosos.  Os bons coronéis, quase sempre acabam exaltados como exemplo de bom cidadão, bom cristão. Antigamente, eles também se envolviam com politica, … Continuar lendo Paralelamente

Cabeça de Bagre

Fiz uma longa pausa no projeto delirante, mas nem por isso deixei de compor. Num desses mormentos de inspiração, psicografei, tal como Chico Xavier, a letra de “Cabeça de Bagre” O enredo é forte, fala sobre um assunto tabu, o aborto e toda a hipocrisia por trás. Conto a historia de uma menina, 16 anos, ela esta num bar, é fim de noite e chega um cara mais velho, ele tem um belo sorriso e uma conversa boba, está bêbado e só quer fuder, não importa quem, seu único objetivo é FUDER! A menina esta deslocada, aceita a carona, eles … Continuar lendo Cabeça de Bagre

Delirios Musicais em fase de finalização

Declaro oficialmente retomado o projeto dos Delírios Musicais e prometo… essa bagaça vai ficar pronta antes do fim do ano! A ideia de compor, gravar, editar, mixar, masterizar, tudo sozinho, na base do erro e acerto, surgiu, logo que montei meu home Estúdio 100.  Já o projeto delirante de fazer o disco de um homem só, só surgiu depois que eu descobri que estava com câncer e achei que ia morrer, então, escrevi algumas musicas sobre o tema, foi uma fase triste, mas operei e felizmente não morri, estou vivão e vivendo. Consegui acabar a pré produção de 16 musicas que … Continuar lendo Delirios Musicais em fase de finalização

Os Delírios Musicais

  Em setembro de 2016 comecei criar um álbum de músicas inéditas onde todas as etapas seriam confeccionadas por mim, sem a participação de terceiros. Não que eu não goste de ajuda, simplesmente é um desafio ao qual eu me submeti e tenho enorme prazer em faze-lo. Escrevi as letras, produzi as faixas, gravei todos os instrumentos e finalizei, mixando e masterizando. Foram 16 musicas, dessas, apenas 10 entraram no projeto final. Todas as duvidas, medos e certezas foram narradas na fã page dos delírios no facebook.  Foi uma experiencia única e desafiadora. Obrigado por participar. Continuar lendo Os Delírios Musicais