Opinião: Qual a Cultura de Novo Horizonte?

Por: Tiago Montagner Somos filhos de lavradores, filhos da terra, sim somos os seus descendentes, desde Biasi, Graciano a Santos e Silva já nascemos com terra vermelha embaixo das unhas, sob o mesmo Sol que brilhou para o senhor José dos Santos Fonseca, a menina Aparecida de Oliveira (A primeira pessoa registrada em Novo horizonte, 1907 ). Nossas batalhas sempre foram travadas em conjunto, batalhas essas iniciadas por Benedicto Valesi pela Musica, Zi Biasi o Revolucionário no rodeio novorizontino, entre outros.Nossos vizinhos nunca passaram fome, e o espirito do Rio Morto sempre assombrou dês de crianças a adultos, ou sempre … Continuar lendo Opinião: Qual a Cultura de Novo Horizonte?

Opinião – Deus, Direitos Humanos e Covid? Que caminho a seguir?

Por Clayton Zocarato A Covid 19 fez o homem se aproximar de Deus, mas também conduziu reflexões acerca de como estamos nos comportando diante momentos de crises sanitárias mundialista permanentes. Ela é uma forma de redefinir o “Contrato Social” na … Continuar lendo Opinião – Deus, Direitos Humanos e Covid? Que caminho a seguir?

(Opinião) Em Novo Horizonte falta representatividade quando o assunto é homossexualidade?

Estamos no período de celebração do Orgulho LGBTQIA+ e pessoas super influentes na nossa sociedade fazem parte, vocês sabem, né? No Cartório Civil, sempre tem a foto de algum casal do mesmo sexo registrando o enlace matrimonial. Porém, na Câmara, … Continuar lendo (Opinião) Em Novo Horizonte falta representatividade quando o assunto é homossexualidade?

Opinião – Rojões e Falta de Educação: Características do desconhecimento da Lei de perturbação da Ordem Pública Novorizontina

Por Clayton Zocarato: Rivalidades a parte, o Palmeiras mereceu título da Copa Libertadores da América de 2020/2021, título decidido nos acréscimos, e que serviu para tirar um pouco do cotidiano hermético, do confinamento pelo qual o Brasil está alojado, defronte essa Pandemia de Covid 19, que está em sua Segunda Onda, (mas que nunca saiu da primeira onda). Mas o texto aqui caro leitor não é futebolístico, e sim para salientar, e fundamentar como uma boa parcela das pessoas não sabem usarem um conceito “filosófico e político” de nortear o respeito pelo próximo, e de comemorar sem perturbar ou causar … Continuar lendo Opinião – Rojões e Falta de Educação: Características do desconhecimento da Lei de perturbação da Ordem Pública Novorizontina

Opinião – O asfalto para japonês ver e os buracos da administração oriental: Mentira e Demagogia

Por Clayton ZocaratoÉ notório que o canteiro de obras desastradas ao quais foram implantadas em vários pontos de Novo Horizonte pela última gestão municipal, continha como premissa ludibriar o cidadão diante a carência de uma administração pública eloqüente e voltada para o bem comum, que além de zelar pela sua estrutura material e o estado conservação das principais vias de acesso da nossa cidade, praticamente causou um transtorno escatológico para os moradores residentes nas marginais, através de empreendimentos civis, sem nenhum planejamento ou esclarecimento lógico para seus deixando, como herança funesta, um alicerce histórico débil de incompetência da última chancela … Continuar lendo Opinião – O asfalto para japonês ver e os buracos da administração oriental: Mentira e Demagogia

Opinião – O que esperar do novo legislativo e executivo em Novo Horizonte: Esperança e Consciência?

Por Clayton Zocarato Novo Horizonte não é mais a mesma desde Novembro de 2020 Em pouco tempo vimos velhas oligarquias parasitárias, sendo sugadas pelo avanço da história e a vontade popular, proporcionando uma práxis democrática, salientada pelo cansaço e nostalgia … Continuar lendo Opinião – O que esperar do novo legislativo e executivo em Novo Horizonte: Esperança e Consciência?

(Opinião) AGORA VAI!

Após 2020, (o ano que somente os fortes passaram ilesos) oficialmente, começamos enfrentar 2021. Eu sei, a vida é para ser vivida e não confrontada, mas os conceitos modernos de capitalismo, hierarquia, vaidade, luxuria, metas… transformaram o ciclo de existência humana em uma constante “luta”. Por exemplo, para desemparelhar o Governo municipal de um monopólio politico de 20 anos, tivemos que lutar incansavelmente. Sei que muitos novorizontinos aguerridos já lutam há décadas, mas eu, só comecei quando voltei para cá em 2014, época em que fiquei chocado com a conformidade. Sem querer generalizar, mas havia aqui uma incapacidade de alto … Continuar lendo (Opinião) AGORA VAI!