O medo de ser livre, provoca o orgulho em ser escravo

O carnaval, mais uma vez teve seu fim. Aqui em Novo Horizonte, como esperado, não tivemos nada, nadica, nem um confete sequer foi lançado ao vento. E sabe o que é pior? Muitos comemoraram o “não ter” Carnaval. Quem geralmente comemora uma lastima dessas são pseudos religiosos, idosos e barrigudos pós quarenta, já que, “no tempo deles(a)” tinha Carnaval e era bom. Dançaram, beberam, namoraram e fizeram muito barulho na frente das portas alheias. A tradição começou se perder no início dos anos 2000 com a entrada da cúpula oriental na administração publica. E como bons egoístas que são, tão nem aí se jovens andam se … Continuar lendo O medo de ser livre, provoca o orgulho em ser escravo