Segunda derrota do grupo Toyota nas eleições 2020

O caso PSL – para quem não acompanhou, lembro que o Cartório Eleitoral e o Ministério Público, responsáveis por analisar todos os registros de candidatura. Como previsto, encontraram erros. A lei determina que esses erros sejam apontados para que um juiz eleitoral decida se a irregularidade procede ou não. E entre esses apontamentos estava também uma irregularidade no registro do partido PSL. O grupo Toyota, ao ter acesso ao parecer público do promotor, imediatamente começou uma campanha difamatória, zombando dos candidatos do PSL e alertando que os eleitores deveriam procurar outros candidatos, pois, segundo eles, o PSL havia sido impugnado. … Continuar lendo Segunda derrota do grupo Toyota nas eleições 2020